Passar para o conteúdo principal

Diagnóstico

A limpeza inteligente da caldeira começa com o diagnóstico de parâmetros importantes de processo. Os diferentes sensores monitoram continuamente esses parâmetros e retroalimentam os dados principais para análise de fluxo de calor, temperatura do gás de combustão e da chama, temperatura de superfície e peso dos depósitos na área do superaquecedor e reaquecedor. Com os instrumentos de diagnóstico SMART Clean, determina-se a situação de depósito e incrustação em diferentes locais do gerador de vapor.

SMART Flux Sensor

O SMART Flux Sensor é projetado para medir diretamente o fluxo de calor nas paredes da fornalha.

Princípio de funcionamento
  • Medição direta da densidade de fluxo de calor na face da fornalha
  • As temperaturas na parede do tubo são medidas por termopares especiais.
  • Os valores medidos são usados para calcular a densidade de fluxo de calor levando em consideração as constantes individuais de material e os dados de calibração.
  • Determinação da temperatura de superfície do tubo – resulta em uma avaliação da tensão térmica nos tubos e portanto, uma estimativa da sua vida útil.
Características
  • Os sensores do SMART Flux são configurados, produzidos e calibrados para cada instalação individualmente.
  • Os sensores do SMART Flux são entregues completamente pré-montados, com fiação interna e pronto para instalar.
  • Adicionalmente uma seção de medição redundante é integrada no sensor.
  • Todas as medições são repassadas para o centro de análise do SMART Furnace onde vários módulos de software analisam, avaliam e interpretam os dados.
Vantagens
  • Mede a transferência de calor, detecta os depósitos na fornalha, dá o feedback que é o dispositivo de limpeza correto para começar e, portanto, evitar a formação de depósitos incontroláveis e reduz paradas e danos
  • Melhora a transferência de calor e a eficiência da caldeira.
  • Menor desgaste nas superfícies de aquecimento.
SMART IsoTemp

O SMART IsoTemp mede a temperatura da chama e do gás na fornalha de forma contínua, não intrusiva.

Princípio de funcionamento
  • Sistema de medição baseado em um pirômetro de radiação
  • Pirômetros medem a radiação térmica da fornalha
  • A radiação medida é convertida em sinais de temperatura
  • Com mais de cinco pirômetros, o perfil de temperatura de toda a seção do forno é gerado
  • A visualização é exibida em uma imagem unidimensional ou bidimensional
Características
  • Pode ser usado como um sistema de medição unidimensional ou
  • bidimensional (mínimo 5 pirômetros de SMART IsoTemp).
  • Com base nos resultados da medição, ações corretivas podem ser tomadas em tempo hábil para manter a temperatura e a combustão em ótimas condições e para estabilizar o desempenho.
Vantagens
  • Diagnóstico contínuo da chama de parâmetro de processo ou da temperatura de gás de combustão – identificação das flutuações ao longo do tempo.
  • Correção imediata para a otimização do processo de combustão, por exemplo, o controle da fonte de ar ou vazão mássica de combustível.
  • Dados de base confiável para o controle de SNCR e para a regulagem da energia do fogo.
  • Diagnóstico térmicos para o controle do processo de caldeira e verificação dos resultados após a limpeza da caldeira – uma base importante para redução de emissão, corrosão e controle de depósito.
  • Requer espaço mínimo e não tem partes mecânicas flexíveis.
  • É necessária apenas uma pequena abertura na parede da membrana.
  • Baixo consumo de ar para vedação de ar.
SMART InfraScan

SMART InfraScan é uma unidade de medição de temperatura de superfície sem contato para paredes do evaporador.

Princípio de funcionamento
  • O sensor infravermelho é parte de uma unidade de câmera que possui uma sonda refrigerada a ar e água, montada na parede da caldeira.
  • A unidade de sonda e a câmera se movem para a caldeira por um dispositivo de curso linear.
  • A câmera infravermelha varre a parede, mede a temperatura da superfície.
  • Um dispositivo giratório suportado por rolamento de esferas garante que a sonda atinja a posição de medição para varrer as paredes do forno
  • No final da medição, o dispositivo de curso linear puxa para trás a sonda e a unidade de câmera para a posição de stand-by fora da caldeira.
Características
  • O número de sensores infravermelhos, que são necessários, varia de acordo com o projeto da fornalha e das condições de visibilidade da faixa infravermelha dos gases de combustão.
  • O comprimento de onda do detector é selecionado de acordo com a atmosfera de forno existente.
Vantagens
  • Detecção de ponto de acesso de depósitos na fornalha e, portanto, limpeza de forno em carga orientada para a demanda.
  • A limpeza específica e ajustada ao atual nível de depósitos evita sobrecarga térmica nas paredes da membrana.
  • Menos impacto de processo devido a sequências de limpeza otimizadas.
  • Ativação automática das ações de limpeza e, portanto, remoção de depósitos em tempo.
  • Resultados ótimos de limpeza.
SMART Gauge Sensor

SMART Gauge Sensor é projetado para medir diretamente o peso dos depósitos de cinzas dentro dos feixes do trocador de calor, baseados na tecnologia de células de carga.

Princípio de funcionamento
  • Os SMART Gauge Sensors são instalados nos tubos pendurais fora da caldeira e medem alterações em peso dos depósitos de cinzas que acumulam na superfície do trocador de calor por meio de células de carga
  • Os depósitos crescentes são indicados por um aumento de peso.
  • Este localiza áreas de depósitos pesados.
  • O número e posicionamento dos sensores depende da geometria da caldeira, bem como o layout das superfícies de aquecimento e o número e posição dos equipamentos de limpeza da caldeira.
Características
  • Para aplicações especiais e projeto de caldeira, estão disponíveis os sensores de alta temperatura até 600° C.
  • Usando uma certa quantidade de SMART Gauge Sensors, cria-se uma grade de medição para cobrir a seção transversal completa da caldeira.
Vantagens
  • Ao detectar a situação de incrustação sobre os feixes de trocador de calor, pode ser ativada a limpeza em operação orientada para a demanda, seletiva e automática.
  • Prevenção de depósitos incontroláveis.
  • Melhor absorção de calor na parte convectiva.
  • Mais flexibilidade no uso de diferentes qualidades e composições de combustível.
  • Redução do consumo de fluidos de limpeza.
  • Menor influência no processo devido à limpeza orientada e reduzida da parte convectiva.